Curiosidades Bíblicas

Coisas que o Rainque está tentando entender

Archive for the 'Curiosidades' Category

29 junho
1Comment

Significado dos números bíblicos

Alguns números na Bíblia aparecem tão freqüentemente que trazem consigo alguma simbologia. Aos números seguintes normalmente se atribuem os significados:
3 – número da Trindade, é o número de Deus.
4 – número da natureza e da criação; 4 são os pontos cardeais.
7 – o sagrado e a totalidade; são 7 dias da semana, o sétimo dia é de descanso, 7 dias da criação, além de aparecer várias vezes no apocalipse como julgamento de Deus; 7 também são as notas musicais e as cores do arco-íris.
6 – o número da imperfeição, pois falta 1 para 7.
10 – número completo; 10 são os mandamentos.
12 – número do povo de Deus; são 12 tribos de Israel, 12 discípulos de Jesus.
40 – representa um grande período, um arredondamento comum na Bíblia; foram 40 anos no deserto, 40 dias da tentação de Cristo, 40 anos de governo de Davi, 40 anos de governo de Salomão.
1.000 – representa uma multidão.
144.000 – multiplicação de 12 (tribos) por 12 (apóstolos) por 1.000 (multidão); é a totalidade da Igreja de Deus.

Share
29 junho
0Comments

Maior x Menor

Todo mundo gosta de saber sobre os “maiores e menores” da Bíblia. Bem, então vão aí os mais famosos:
– Livro da Bíblia:
o maior é Salmos (são 150 capítulos)
o menor é II João (são 13 versículos)
– Capítulo da Bíblia:
o maior é o Salmo 119 (176 versículos)
o menor é o Salmo 117 (2 versículos)
– Versículo da Bíblia:
o maior é Ester 8.9 (415 letras)
o menor é Êxodo 20.13 (10 letras)

Share
29 junho
2Comments

As horas do Novo Testamento

Lendo o Novo Testamento, você deve ter percebido as referências à sexta hora, nona hora, e assim por diante. Abaixo, para facilitar sua vida, uma tabela com a comparação destas horas no sistema moderno:

Share
29 junho
0Comments

Jesus nasceu antes de Cristo

É isso mesmo, Jesus nasceu antes de Cristo. Provavelmente entre 7 e 4 a.C. O que aconteceu é que o calendário cristão, que divide a história a partir do nascimento de Jesus, somente foi estabelecido em 525 d.C. a pedido do papa João I. O abade Dionísio o Pequeno fez os cálculos para determinar a data do nascimento de Cristo, concluindo que fora no ano 754 da fundação de Roma. Errou em alguns anos, e o calendário se difundiu pela cristandade até o século XIX, quando percebeu-se o engano. Tarde demais para mudar.

Share
29 junho
0Comments

Pesos e medidas

Alguns pesos e medidas que aparecem na Bíblia são muito estranhos para nós. Abaixo, uma lista com alguns deles:
– Estádio: 185 metros
– Caminho de um sábado: 1,11 quilômetros
– Talento: 34 quilos
– Siclo: 11,5 gramas
– Côvado: 50 centímetros (varia muito)
– Ômer: 220 litros
– Efa: 22 litros

Share
29 junho
0Comments

Que bicho é esse?

O Salmo 104.26 fala de um monstro marinho que é chamado em hebraico de “Leviatã”. Melville, na obra Moby Dick, utiliza este texto de Jó como sendo a descrição do incrível poder das baleias nos mares. Em algumas traduções da Bíblia, tenta-se adaptá-lo a um animal conhecido: o crocodilo (Jó 41.1). Veja as descrições fantásticas desta criatura:
– coberto com uma couraça impenetrável (41.7,15,29)
– não pode ser tirado da água com anzol, é muito grande (v.1)
– respira fogo e saem chamas de sua boca (v.20,21)
– faz a água das profundezas ferver (v.31)
Trata-se de um animal mitológico usado em poesia? Um dragão? Ou algum animal já extinto e jamais encontrado? Talvez nunca tenhamos certeza.

leviatan

Share
29 junho
3Comments

Animal puro x animal impuro

Lendo o Antigo Testamento, você certamente já se deparou com estas expressões. Mas o que significam? Bem, animais puros eram os que podiam ser utilizados na alimentação e nos sacrifícios. Animais impuros, jamais. Levítico 11 mostra as características básicas dos animais puros (que, portanto, serviam para alimento):
– Animais terrestres deveriam ter o casco fendido e ruminar (v. 3); assim são o boi, a cabra, o veado e a ovelha. O porco, por exemplo, tem o casco fendido mas não rumina – é impuro. Já o cavalo rumina, mas não tem o casco fendido – então também é impuro. Tem que ter as duas características somadas.
– Peixes devem ter barbatana e escamas ao mesmo tempo.

De maneira geral, seres carnívoros são impuros. Apenas os vegetarianos podem ser comidos. Acredita-se que a razão principal desta proibição seja a manutenção da saúde do povo, uma vez que não se conheciam ainda todos as peculiaridades de cuidados com cada carne como a conhecemos hoje. No Novo Testamento, as proibições alimentares caem, uma vez que são tratadas especificamente nos textos de Atos 10 (indiretamente no encontro de Pedro com o romano Cornélio) e Atos 15 (diretamente na decisão do Concílio de Jerusalém a respeito da observância legal dos gentios).

Share
29 junho
0Comments

Estranhas criaturas dos livros apocalípticos

DanielPoucos sabem disso, mas a Bíblia possui dois livros apocalípticos (que falam do tempo do fim). Um deles está no Novo Testamento, chamado Apocalipse. O outro, fica no Antigo Testamento e foi escrito pelo profeta Daniel. E ambos apresentam animais muito, mas muito estranhos. Isso acontece porque eles são simbólicos, não reais.

O livro do profeta Daniel (capítulo 7) apresenta profecias com visões de animais que representam impérios da antiguidade. Estes bichos são misturas muito curiosas de animais:
– Leão com asas de águia (v. 4): representa o Império da Babilônia.
– Urso gigante com costelas entre os dentes (v. 5): Pérsia.
– Leopardo com quatro cabeças e quatro asas (v. 6): Grécia.
– Criatura terrível com dentes de ferro, unhas de bronze e 10 chifres (v. 7, 19): Império Romano.

O livro do Apocalipse, além das referências constantes ao cordeiro e ao leão, e a criaturas angelicais um tanto fantásticas, apresenta criaturas bizarras com forte caráter simbólico:
– Apocalipse 6: surgem cavalos das cores branca, vermelha, preta e amarela.
– Apocalipse 9: são libertados gafanhotos com cauda de escorpião, rosto de homem e boca de leão.
– Apocalipse 12: um dragão vermelho com 7 cabeças e 10 chifres.
– Apocalipse 13: uma besta semelhante a um leopardo com pés de urso e 10 chifres.

Share
29 junho
0Comments

A palavra “Bíblia”

biblia

A palavra Bíblia vem do grego “BIBLOS”, que significa “livro”. É dividida em duas partes: Antigo Testamento, com 39 livros (na versão protestante) e Novo Testamento, com 27 livros.

A divisão em capítulos foi feita pelo francês Stephen Langton, em 1227 d.C. A divisão em versículos é de 1551, pelo também francês Robert Stephanus. O objetivo desta divisão é facilitar a consulta – o que, convenhamos, é bem importante.

Share
29 junho
1Comment

Bíblia Católica x Protestante

Se você já teve ambas as Bíblias em mãos, certamente percebeu algumas diferenças. Os textos são idênticos, porém há livros a mais na versão católica. Toda a diferença está no Antigo Testamento: o Novo Testamento é o mesmo.
O que aconteceu foi o seguinte. Há duas coleções de rolos sagrados organizados pelos judeus: a da PALESTINA (com 39 livros, que só aceitam textos escritos na terra de Canaã) e a de ALEXANDRIA (a Septuaginta, tradução da Bíblia hebraica feita entre 280 e 250 a.C. com 45 livros, que acrescentou obras escritas em grego fora da Terra Santa). Com alguma controvérsia, a igreja utilizou a coleção de Alexandria (já que era em grego, e facilitaria a evangelização dos gentios) até a Reforma Protestante. Nesta, Lutero (1483-1548 d.C.) optou pelo grupo de livros da Palestina.
Estes “livros extras” da Bíblia Católica são chamados, pelos católicos, de deuterocanônicos, e pelos protestantes, de apócrifos.

Os livros apócrifos são os seguintes:
– Tobias
– Judite
– Repouso de Ester (acréscimo do livro de Ester)
– Sabedoria de Salomão
– Eclesiástico (não confundir com Eclesiastes)
– Baruque
– Cântico dos Três Mancebos (acréscimo a Daniel após o capítulo 3.23)
– História de Suzana (ampliação do livro de Daniel)
– Bel e o Dragão (outro acréscimo a Daniel)
– I Macabeus
– II Macabeus
O mais importante de todos eles, sem dúvida, é I Macabeus, que conta a história de Israel no período independente do segundo século antes de Cristo.

Share
29 junho
0Comments

Bíblia: conjunto de livros

A Bíblia é mais que apenas um livro – podemos chamá-la de biblioteca. Isto acontece porque é um ajuntamento de livros. Os livros que compõe os testamentos são:

Antigo Testamento (Bíblia Protestante)
1. Pentateuco, ou Livros da Lei: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deutoronômio.
2. Históricos: Josué, Juízes, Rute, I Samuel, II Samuel, I Reis, II Reis, I Crônicas, II Crônicas,
Esdras, Neemias e Ester.
3. Poéticos: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares.
4. Profetas Maiores: Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel e Daniel.
5. Profetas Menores: Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu,
Zacarias e Malaquias.

Novo Testamento
1. Evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João.
2. Histórico: Atos.
3. Epístolas Paulinas: Romanos, I Coríntios, II Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses,
I Tessalonicenses, II Tessalonicenses, I Timóteo, II Timóteo, Tito, Filemom e Hebreus.
4. Epístolas Gerais: Tiago, I Pedro, II Pedro, I João, II João, III João e Judas.
5. Profético: Apocalipse.

Dica: para decorar os livros, memorize pelos blocos. Organizando seu raciocínio, você terá mais facilidade de relembrá-los no momento que precisar.

Share
29 junho
0Comments

Autores da Bíblia

A Bíblia foi escrita ao longo de aproximadamente 1400 anos consecutivos. Cerca de 40 homens foram inspirados para escrevê-la, iniciando com Moisés, tradicionalmente apontado como o autor livros do Pentateuco, e concluindo com João Evangelista, que além do Evangelho com seu nome, escreveu também o Apocalipse.

Share
29 junho
0Comments

Ilustração poética

Na Bíblia, muitas vezes animais são usados para ilustrar determinadas qualidades ou defeitos que podem ser aplicadas ao homem. Veja alguns:
– Salmo 84.3: o pardal e a andorinha encontram seus ninhos como o adorador encontra a Deus.
– Salmo 58.4: os ímpios tem a peçonha da serpente.
– Provérbios 6.6: o preguiçoso deve aprender com a formiga a ser trabalhador.
– Cânticos 4.1: compara-se o cabelo da amada a rebanhos de cabras descendo os montes.
– Habacuque 3.19: o justo tem pés como os da corça para poder atravessar montanhas íngremes.
– Lucas 13.32: Jesus chama Herodes de raposa.
– Isaías 31.4: o leão é sempre símbolo de força.
– Mateus 23.37: Jesus usa a galinha como símbolo de cuidado com os seus.

Share
29 junho
0Comments

As línguas originais da Bíblia

O Antigo Testamento foi originalmente escrito em hebraico, com algumas passagens em aramaico (em Daniel, Esdras e Jeremias). Já o Novo Testamento foi quase inteiramente escrito em grego (provavelmente o evangelho de Mateus tenha sido escrito originalmente em aramaico e depois traduzido para o grego). As primeiras traduções da Bíblia foram as seguintes:
– a tradução do Antigo Testamento para o grego, na famosa “Septuaginta”, foi feita entre 280 e 250 a.C., na cidade de Alexandria;
– a tradução do Novo Testamento e do livro dos Salmos para o latim, na famosa “Vulgata”, foi feita em 382 d.C. por Jerônimo; mais tarde ele traduziu também o Antigo Testamento.

Share